3 TED’s que falam sobre morte

Falar sobre morte — e questões ligadas a ela, como a eutanásia — ainda é um tabu, principalmente por ser um acontecimento que não pode ser evitado e que sempre é associado à dor, tristeza, saudade e luto. Essa resistência em falar sobre algo natural não é nada antiga, mas apenas do mundo ocidental, já que em muitas culturas o falecimento é visto como renovação de ciclos e evento totalmente normal. 

O TED, que tem mais de 30 anos de história, disponibiliza diversas palestras que são ministradas por especialistas em inúmeras áreas, sendo, entre elas, a morte. Derrubar esse medo de falar sobre a morte é a melhor maneira de entender e se preparar para ela. Por isso, hoje, separamos três TED’s que abordam esse tema de maneira natural e bem simples. Veja só. 

1. Peter Saul: Vamos Conversar sobre Morte

Peter Saul é um médico americano especialista em terapias intensivas. Durante seus mais de 35 anos de carreira acompanhou cerca de 4.000 pacientes que estavam na UTI adulta e pediátrica e em processo de morte. 

Na TED, “Vamos Conversar sobre Morte”, Dr. Peter diz que há muitas diferenças em como as pessoas faleciam nos anos 80 e 90 e de como esse processo ocorre nos dias de hoje. No entanto, um aspecto unânime é que, grande parte, das famílias e doentes nunca conversaram sobre como desejariam em relação a esse “fim”, ou nem sequer tinha um plano de saúde, sendo essa uma maneira de tentar ignorar o luto.

Nessa palestra, a morte é vista como algo totalmente natural e que não pode ser controlado, mas que pode ser feito conforme as nossas preferências. 

2. Ana Claudia Quintana: A morte é Um Dia que Vale a Pena Viver

Ana Claudia Quintana Arantes é uma médica brasileira formada pela USP em Geriatria e Gerontologia, com pós-graduação em Psicologia e abordagem sobre o processo de luto e especializada em cuidados paliativos pela Universidade de Oxford. 

A TED de Ana Claudia foi inspirada em seu próprio livro de mesmo título, onde contextualiza que, não importa o quão preparados e esperando a morte estejamos, sempre vamos alcançar a melodia chamada sofrimento, e que é uma batalha perdida tentar fugir disso. 

Por isso mesmo é quem não devemos perder tanto tempo buscando por bens materiais e desperdiçando o nosso tempo com coisas e pessoas que não nos dão importância, pois precisamos aproveitar cada minuto de nossas vidas, já que a morte é inevitável. 

3. Sarah Vieira: 10 Coisas que Aprendi sobre o Luto

Sarah Vieira também é uma médica brasileira, que há mais de 15 anos estuda e acompanha pesquisas relacionadas ao luto. Formada em psicologia pela Universidade Federal do Ceará e mestre em psicologia clínica pela PUC-SP.

Na palestra “10 coisas que aprendi sobre o luto”, Sarah lista e explica todas as dez coisas e fatos que ela aprendeu durante a sua carreira e que ninguém nos ensina sobre o luto, entre elas:

Segundo ela, é preciso respeitar a dor do outro, já que cada ser humano sente e vivência esse momento de maneiras e intensidades distintas, sendo essa incerteza um dos principais motivos pelos quais não falamos sobre morte.

Não falar sobre a morte é uma das formas que encontramos para ignorar e tentar fugir desse assunto. Isso acontece porque, apesar de termos certeza de que um dia ela virá, nós nunca estaremos preparados. Em cada uma dessas TED você consegue ter diferentes abordagens profissionais sobre duas coisas que nunca queremos pensar, viver ou sentir: o luto e a morte.

O que achou dessas sugestões? Compartilhe o artigo em suas redes sociais e indique os TED’s para a sua rede de amigos! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *